Afinal, como ficaram os prazos no Novo CPC?

Art. 219 do NCPC (Incluída Tabela de Prazos).

Foram muitas as mudanças implantadas pelo Novo Código de Processo Civil de 2015, comparado ao seu antecessor o CPC de 1973, dentre elas foram os tão temidos prazos. Então vamos exemplificar e comparar essas mudanças:
A partir da vigência do Novo CPC, os prazos processuais serão contados em dias úteis, e não mais em dias corridos, conforme vinha sendo aplicado na vigência do antigo código. Essa mudança ajudou bastante os operadores do direito que a muito tempo ensejavam essa mudança, afinal, advogado tem que ter um dia de folga na semana né.
Salienta-se que essa regra aplica-se somente em prazos processuais que é todo aquele que decorre de um fato processual, por exemplo: cumprir uma decisão, peticionar, contestar, impugnar um laudo, recorrer, etc.
Outra observação a ser feita, é que essa regra aplica-se somente aos prazos em dia, portanto não se aplica aos prazos em mês e ano, conforme previsto no artigo 219 do código supracitado que abaixo segue:

Art. 219. Na contagem de prazo em dias, estabelecido por lei ou pelo juiz, computar-se-ão somente os dias úteis.
Parágrafo único. O disposto neste artigo aplica-se somente aos prazos processuais.

Para melhor exemplificar, segue abaixo uma tabela muito eficiente, contendo todos os prazos processuais na vigência do Novo CPC.
Afinal como ficaram os prazos no Novo CPC
Afinal como ficaram os prazos no Novo CPC
Fonte: JusBrasil
Publicado por Marcio Ardenghe

ATENÇÃO ADVOGADO!

Tenha acesso ao E-Book  “51 Dicas sobre Prazos Processuais no Novo CPC”

BannerEBook51Dicas-250

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.