Você já pensou em PARAR de Advogar?

Tempo de leitura: 3 minutos

Olá colega jurista!

Sabemos que as vezes nos deparamos com tantos obstáculos e dificuldades na nossa área que nos faz indagar sobre a seguinte questão: Parar de Advogar ou persistir na carreira?

Muito bem, nesse post não pretendo fazer você parar de Advogar, pois acredito que os desafios aparecem para serem superados, mas o motivo principal é apresentar o depoimento de um amigo, que é Advogado, e descobriu uma forma de trabalhar que proporcionou mais tempo para estar com a família, liberdade finaceira e geográfica, ou seja, de qualquer lugar, hoje, ele consegue gerar resultados.

Esse caso aconteceu com o advogado Erik Cavalcante, amigo e parceiro do nosso Blog e pode se assemelhar com o que você está passando, portanto acredito que vale a pena a leitura do depoimento abaixo:

Depoimento do Erik Cavalcante:

Desde que eu entrei na Faculdade de Direito eu sonhava em advogar… Esse desejo começou a mudar um pouco quando eu conheci o Livro Independência Financeira do Robert Kiyosak.

Esse livro fala dos modos de produção e divide em “Quatro Quadrantes”: Empregado – Autônomo – Empresário – Investidor.

Vou resumir um pouco para você aplicado à advocacia que nós conhecemos hoje…. No final vou te falar da decisão que tomei e mudou toda a tragetória da minha vida.

Sequer cogitei ser “advogado empregado” porque ia vender meu tempo para o “advogado empresário”, que revenderia meu tempo para os clientes dele. Isso iria reduzir substâncialmente minhas receitas porque teria um intermediário(advogado empresário).

Ser advogado empresário(comprar o tempo de outros advogados) era meu grande sonho, porém eu não tinha “um centavo no bolso” para montar uma ‘Empresa Jurídica” e tinha pouco ou nenhum conhecimento sobre negócios.

Então me restava ser advogado autônomo e vender meu tempo diretamente para meus clientes sem intermediário (empresário).

Esse meio de produção era o que era possível para mim naquele momento…. Até aquele momento, porque no último ano da Faculdade eu conheci o mercado de venda de conhecimento online e infoprodutos.

Nesse mercado eu percebi que poderia transformar meu próprio conhecimento jurídico em uma fonte de renda escalável ao longo do tempo sem precisar trabalhar mais para isso.

Hoje eu quero te passar um material semelhante ao que tive acesso em 2013 e mudou toda a trajetória da minha vida. Hoje eu SOU FREESIDER e a minha empresa empresa trabalha por mim 24h por dia e 7 dias por semana enquanto eu realizo sonhos que nem eu acreditava que fosse capaz.

​Ps. Eu conheci o Fagner Borges há quase 4 anos e acompanhei todo o nascimento e o crescimento  do movimento Freesider.

Hoje eu e minha esposa atuamos nesse mercado e nossa empresa já atendeu quase 11 mil advogados de todo o Brasil. Além disso eu ajudei vários advogados parceiros a entrarem nesse mercado e transformarem seus “conhecimentos jurídicos” em fonte de renda.

Erik Cavalvante

O que você achou? Fiquei até emocionado porque de fato presenciei essa trajetória, foi uma mudança de qualidade de vida extraordinária.

Então agora, você quer saber o que é ser Freesider? Quer desfrutar de liberdade de tempo, financeira e mobilidade?

Se quiser mais informações clique no link abaixo para assistir os vídeos gratuitos da jornada da liberdade (do Fagner Borges) que está acontecendo agora e explica mais sobre essa forma de trabalho. Mas não deixe para depois pois esse evento termina no dia 12/6 e essa pode ser a sua chance de mudar de vida

>>>>CLIQUE AQUI e descubra também como ser Freesider.

 

Espero ter ajudado com esse depoimento e um forte abraço,

André Luiz

Equipe Advogado Online em Foco